Cartas de amor

Em dezembro, com a aproximação do Natal, o nosso coração ficou ainda mais apertado.

Os procedimentos COVID, o distanciamento das famílias, a ausência de abraços de quem mais amamos, o confinamento, as máscaras e todas as limitações que a vida nos impunha.

Foi nesse contexto que nasceu o projeto cartas de amor.

 

Não quisemos inovar, quisemos regressar ao passado.

À altura em que perfumavam os envelopes e que se sabia a hora exata da chegada do carteiro. Quando se recebiam cartas de amigos, de amor e da família distante.

Convidamos as pessoas que vivem no Porto de Abrigo a escrever uma carta à moda antiga. Para enviar pelo correio, com direito a selo, para quem quisessem.

Convidamos de igual forma as famílias a escrever uma carta e a enviá-la por correio para O Abrigo.

Guardamos no coração tudo o que nos faz chegar mais perto das pessoas que amamos.

Estamos muito orgulhosos do resultado das nossas cartas de amor.

As famílias não nos surpreenderam, a sua resposta foi a de sempre: imediata, presente e cheia de carinho.

A felicidade e o brilho nos olhos que as cartas de amor trouxeram foi talvez o nosso melhor presente de natal.

 

Não sabemos quanto tempo falta para ultrapassar o momento que atualmente vivemos.

Sentimos que é fundamental, dar passos para começar a recuperar aos poucos a alegria e a leveza de apreciar o momento.

Por falar nisso, o correio já chegou?

2020 | O Abrigo - Centro de Solidariedade Social de São João de Ver
Todos os direitos reservados. | Política de privacidade
Livro de reclamações online